“O Festival Náutico, organizado pelo CNH, é o evento que mais promove a Ilha do Faial a nível nacional e internacional”

José Decq Mota: “O Festival Náutico – coração desta festa popular que é a Semana do Mar – reúne mais de 1.000 participantes num total de 12 modalidades”

“O Festival Náutico da Semana do Mar ganhou conhecimento mas nunca se fechou à evolução, pautando-se por aspectos qualitativos e quantitativos”. Foi com esta frase que José Decq Mota, Presidente da Direcção do Clube Naval da Horta (CNH), caracterizou sumariamente este evento desportivo, que “é complexo, mas muito rico”, e cujo Programa foi apresentado publicamente na manhã desta terça-feira, dia 3, no Bar do CNH.

12 modalidades e mais de 1.000 participantes

O Festival Náutico que acontece na Ilha do Faial é o maior de Portugal e o sustentáculo da Semana do Mar. Sem esta organização gigantesca a cargo do mais dinâmico clube naval dos Açores: o Clube Naval da Horta, não havia Semana do Mar. Basta dizer que este ano se desenrola ao longo de 11 dias – de 2 a 12 de Agosto próximo – de intensa e diversificada actividade. Vela Ligeira, Vela de Cruzeiro, Canoagem, Natação, Vela e Remo em Bote Baleeiro, Pólo Aquático, Motonáutica, Apneia, Mini-Veleiros, Pesca Desportiva de Barco e de Costa e Xadrez (“esta última não é um actividade náutica, mas cerebral e o cérebro está em todas”), são as 12 modalidades que dão corpo a esta montra, “representativa do melhor que tem o Porto da Horta e a Ilha do Faial, com projecção a nível nacional e internacional”.

O Festival Náutico – “coração desta festa popular” do Município da Horta que é a Semana do Mar – reúne mais de 1.000 participantes directos, “com desporto de qualidade internacional, atletas que se estão a afirmar no mundo das diferentes modalidades náuticas, abrangendo, ainda, uma vertente de entretenimento, além do grande convívio e troca de experiências que este evento possibilita”, veiculou o Presidente da Direcção do CNH.

apres fest naut semana mar 2

José Leonardo: “O Festival Náutico está cada vez mais fortalecido, fazendo com que na Ilha do Faial todas as atenções estejam viradas para o mar, foco de enorme projecção” 

60 barcos franceses na Horta

“Além de abranger muita gente, este certame conta com pontos próprios muito fortes”, vincou José Decq Mota, destacando a Regata “Les Sables/Les Açores (Horta)/Les Sables”, que tem largada prevista para este sábado, dia 7, da cidade francesa de Les Sables D’Olonne, rumo à Horta. “Paralelamente ao facto de representarem um espectáculo muito valioso, estes cerca de 60 barcos da Classe Mini 6.50, contam com velejadores profissionais que vão ser os velejadores de topo daqui a algum tempo”, enfatizou este Dirigente.

30 edição da “Atlantis Cup - Regata da Autonomia” 

O Festival Náutico de 2018 conta com outro marco, que é a 30ª edição da “Atlantis Cup - Regata da Autonomia”, cuja linha de chegada encerra pelas 6 horas de domingo, dia 5 de Agosto, decorrendo o Jantar de Entrega de Prémios no dia 7.

Este ano completa-se o desafio lançado pela actual Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA), a faialense Ana Luís, de tocar em todas as ilhas como símbolo da unidade autonómica entre as parcelas açóricas.

José Decq Mota focou que se trata de “uma prova desportiva de qualidade dentro da Vela de Cruzeiro, que reúne velejadores de variadas proveniências”.

Encontro Internacional de Vela Ligeira

“O Clube Naval da Horta tem trabalhado para o engrandecimento qualitativo do Encontro Internacional de Vela Ligeira (EIVL)”, que este ano completa a sua XIII edição, reunindo mais de 100 atletas nas Classes Optimist, Laser 4.7, Laser Radial e Hansa (Vela Adaptada), de proveniências diversas.

Nesta questão, o Presidente da Direcçãodo CNH apontou as acessibilidades aéreas como “um problema”, no sentido de ser possível encontrar ligações que permitam a vinda de todos os inscritos nesta “relevante Prova”. E sublinhou, a propósito: “Encontram-se nesta sala as pessoas que tratam dessa logística e que podem atestar as dificuldades vividas”. Atendendo ao (habitual) entrave colocado pela SATA, este Dirigente espera que “o EIVL possa ser, novamente este ano, um acontecimento com o mesmo padrão qualitativo de edições anteriores”.

Provas Regionais Oficiais

Discorrendo sobre o exaustivo Programa do Festival Náutico de 2018, o mais alto Responsável pelos destinos do Clube Naval da Horta mencionou a realização de várias Provas Regionais Oficiais, designadamente nas modalidades de Canoagem de Mar, Motonáutica, Vela Ligeira e Natação em Águas Abertas, com a Travessia do Canal, Travessia Longa da Doca e Travessia Curta da Doca.

De salientar, ainda, os momentos de Convívio que se seguem a todas as Provas, com as Cerimónias de Entrega de Prémios.

O Caldo de Peixe

José Decq Mota valorizou “muito” a realização do Caldo de Peixe, evocativo de “Como tudo começou”..., em 1975, e o facto de este “grande convívio” ter como convidados os tripulantes franceses da Regata “Les Sables/Les Açores (Horta)/Les Sables”. “Queremos ter a Terra e o Mar em convívio e em festa”, acentuou este Responsável, ressaltanto que “todos os faialenses, e de modo muito particular os da beira de água, são muito bem-vindos a este ambiente com presença e espírito marinheiro, acolhedor e amigo”, já que os faialenses são mundialmente conhecidos pela sua hospitalidade, característica de quem sabe receber bem.

CNH no combate ao lixo marinho

Subjacente a toda esta panóplia de actividades está a componente ambiental, ou não fosse o Clube Naval da Horta um activo parceiro no que à pedagogia diz respeito, começando pelas camadas mais jovens. Como tal, serão levadas a cabo acções de sensibilização no sentido de combater o lixo no mar e no meio envolvente, já que muito do que existe em terra tem como destino o mar, que se encarrega de o devolver à proveniência.

Tendo-se associado à 9ª edição da Campanha “Açores Entre Mares 2018”, subordinada ao tema “Lixo Zero no Mar dos Açores”, da responsabilidade da Direcção Regional dos Assuntos do Mar, o CNH fará passar esta mensagem no decorrer do Festival Náutico, mediante a distribução de panfletos e outros materiais nos barcos, na sede, no ‘stand’ do CNH na Expo Mar e na Tenda Multiusos. “Estamos a trabalhar para que nos Convívios e Entregas de Prémios a realizar não haja material de plástico”, revelou José Decq Mota, notando que “o Festival Náutico do CNH pretende ser um elemento activo no combate ao lixo marinho, atendendo ao elevado número de atletas que dinamiza as diferentes Secções e ao efeito de contágio que estas mensagens têm através dos mais novos.

Esta Campanha pretende, uma vez mais, promover o conhecimento do mar e a sustentabilidade das actividades marítimas, envolvendo os açorianos na protecção e valorização do ambiente marinho dos Açores, ao mesmo tempo que constitui uma oportunidade para divulgar e sensibilizar a sociedade para a importância do conhecimento sobre os oceanos, aprofundando, também, a cultura açoriana, intrinsecamente marítima, num quadro de cidadania activa e de participação pública.

“Muitas preocupações e satisfações”

O Presidente da Direcção do CNH sustentou que “o Festival Náutico é sinónimo de semanas de muitíssimo trabalho, onde surgem preocupações mas, também, muitas satisfações”. E garantiu: “Mas ainda bem que assim é, pois atormentar e alegrar a bem do progresso desta Terra, é um sinal positivo”.

“Festival Náutico está cada vez mais fortalecido”

Na sua curta intervenção, José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta (CMH), focou o Clube Naval da Horta como sendo “um dos grandes parceiros da Edilidade na organização da Semana do Mar”. E notou: “O Festival Náutico está cada vez mais fortalecido, fazendo com que na Ilha do Faial todas as atenções estejam viradas para o mar, foco de enorme projecção”.

No entender de José Leonardo, a missão de valorizar o que é nosso “deve ser encarada por cada um dos faialenses, com redobrada obrigação para a Comunicação Social. Não podemos estar à espera que os outros venham fazer o nosso trabalho”. “Faz-se muitas coisas de qualidade no Faial, mas precisamos de valorizá-las”, recomendou o autarca faialense, para quem “a sorte e o sucesso dão muito trabalho”.

A rematar, o governante asseverou que “o Festival Náutico, organizado pelo Clube Naval da Horta, é o evento que mais promove a Ilha do Faial a nível nacional e internacional”.

Consulte o programa do Festival Náutico da Semana do Mar nesta ligação.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.