Quinas da ilha Terceira venceu a Atlantis Cup 2018

A Regata da Autonomia comemora 30 anos de vida e junta-se à Semana do Mar.

O veleiro Quinas, da ilha Terceira, foi o grande vencedor da classe ORC, na 30ª edição da Atlantis Cup – Regata da Autonomia.

A última perna da edição de 2018 ligou Praia da Graciosa (Graciosa) à cidade da Horta, na ilha do Faial.

O veleiro 4Xcape, de Luís Quintino, vencedor em 2017, ficou em segundo lugar, seguido pelo Celtic Dream de João Reis.

“Foi uma regata muito competitiva e por isso estou muito contente com a vitória”, afirmou Marco Peixoto, que venceu a Atlantis Cup 2018, ao leme Quinas.

A Atlantis Cup – Regata da Autonomia completou 30 anos de existência alcançando o conjunto das 9 ilhas açorianas.

José Decq Mota, Presidente do clube Naval da Horta, organizador da prova, espera que a Atlantis Cup mantenha a sua versatilidade.

“De futuro, na minha opinião, a Atlantis Cup deve continuar a ser imaginativa, com etapas diferentes, aumentando o desafio”.

A Atlantis Cup terminou na cidade da Horta onde se juntou às comemorações da Semana do Mar.

A Atlantis Cup – Regata da Autonomia conta com o Alto Patrocínio da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.