Windsurf - Secção

Sendo o Windsurf uma modalidade praticada no CNH e por velejadores do CNH há já muitos anos, a vida demonstrou que, por várias razões, era difícil organizar em termos permanentes atividades, quer fossem numa perspetiva de lazer, quer fossem numa perspetiva de competição.

No quadro dessa realidade e procurando contrariá-la, um conjunto de praticantes disponibilizou-se, em 2014, para realizar esforços no sentido de tornar efetiva e permanente a prática de Windsurf no CNH. Após algumas reuniões realizadas nesse ano com esses praticantes, a Direção do CNH aceitou que, sendo embora o Windsurf uma modalidade de Vela Ligeira, fosse criada uma Secção de Windsurf, articulada no que seja necessário com a Secção de Vela Ligeira, mas com capacidade de iniciativa própria.

Ficou definido que para ser membro participante da Secção de Windsurf do CNH, os praticantes teriam que ser sócios do CNH, portadores de licença desportiva atualizada da FPV. Em reunião geral de praticantes, realizada ainda em 2014, foi eleita uma Comissão da Secção e perspetivou-se que se trabalharia, no grau possível, em três direções: lazer, formação e competição.

No que respeita às atividades de lazer têm sido realizadas com frequência, quer em 2014, quer em 2015. Neste aspeto a Secção organizou uma Demonstração no Festival Náutico da Semana do Mar de 2015 e uma Concentração no Aniversário do CNH de 2015, isto para além de muitas saídas coletivas, quer na baía da Horta, quer na baía do Porto Pim. Ainda nesta vertente a Secção de Windsurf do CNH associou-se ao primeiro banho do ano de 1 de Janeiro de 2016, organizado por um Grupo de Banhistas com o apoio da CMH.

No que respeita à Formação e no quadro do reforço da atividade de formação que o CNH está a fazer em todas as modalidades, iniciaram-se em finais de 2015 cursos de iniciação em Windsurf ministrados por um praticante federado e sócio do CNH, com larga experiência, noutra ilha, na formação inicial nesta modalidade. Estes cursos vão prosseguir.

No que toca à competição o CNH está pronto a promover participações e organizar provas, a partir do momento em que existam velejadores do CNH que queiram fazer competição.