SECÇÃO DE BOTES BALEEIROS DO FAIAL EM PLENO FUNCIONAMENTO

Realizou-se no dia 09/04/2013, no Centro de Formação de Desportistas Náuticos do CNH, a cerimónia de assinatura dos Protocolos de Cooperação estabelecidos entre o Clube Naval da Horta e cada uma das Juntas de Freguesia do Faial que tem botes baleeiros recuperados.

A cerimónia foi presidida pelo Senhor Presidente da Câmara, convidado para o efeito pelo CNH e nela participaram os Senhores Presidentes das Juntas de Freguesia das Angustias, Castelo Branco, Feteira, Salão e o Tesoureiro da Junta de Freguesia do Capelo.

O Clube Naval da Horta esteve representado pelo Presidente da Direcção, tendo estado presentes na cerimónia vários membros da Direcção do CNH.

A sessão iniciou-se com a leitura do texto do Protocolo de Cooperação, feita pela directora técnica do CNH, Drª Ana Sousa, tendo-se seguido a assinatura de todos os Protocolos.


Usou então da palavra o Presidente da Direcção do CNH, José Decq Mota, que relembrou todos os passos dados na recuperação do património baleeiro, apresentou os objectivos anuais da Secção de Botes Baleeiros e explicou o funcionamento comum que o CNH e as Juntas de Freguesia imprimem à Secção de botes baleeiros. O Presidente do CNH relembrou ainda o papel da Câmara Municipal da Horta na recuperação do património baleeiro, nomeadamente no que toca à recuperação da lancha “Walquiria”, operada pelo CNH e a existência da Regata Internacional de Botes Baleeiros. José Decq Mota informou ainda que a Comissão da Secção de Botes Baleeiros do Faial integra os Senhores Presidentes e Representantes das Juntas de Freguesia e, indicados pelo Clube Naval, os sócios João Garcia, antigo Presidente da Direcção e membro do Conselho Geral, Carlos Fontes, antigo Vice Presidente e membro do Conselho Geral e Vitor Mota, cabendo ao membro da Direcção António Pinto João assegurar a articulação da Comissão dos Botes com a Direcção.

Encerrou a cerimónia de assinatura dos Protocolos o Senhor Presidente da Câmara, Dr. João Castro, que sublinhou a grande importância desportiva, cultural e social da utilização desportiva do património baleeiro, importância demonstrada pelo facto da Secção de Botes Baleeiros ter largamente mais de uma centena de desportistas regulares activos, enfatizou o valor da cooperação existente entre as Juntas de Freguesia e o Clube Naval e referiu a importância da Regata Internacional que este ano se realiza em New Bedford.

INTERVENÇÃO DE JOSÉ DECQ MOTA, PRESIDENTE DA DIREÇÃO DO CNH