Botes Baleeiros já animam as águas da ilha de Santa Maria

Já arrancou o II campeonato Regional de Botes Baleeiros, que está a decorrer na ilha de Santa Maria. 12 embarcações oriundas de todas as ilhas dos Açores, exceto o Corvo, competem nesta prova que reúne mais de uma centena de participantes.

Nunca o horizonte de Santa Maria viveu um espetáculo semelhante. Vários botes e lanchas baleeiras realizam até domingo 10 regatas de remo e vela, trazendo um colorido pouco habitual nesta ilha.

Esta é uma prova única no país. Envolve em doses iguais, História e desporto, competição e memória coletiva, orgulho de um povo e vontade de manter vivo o património que é de todos.

Os botes baleeiros eram o elemento mais importante da pesca à baleia, atividade que foi, durante um século, o principal sustento das famílias açorianas.  

Há 2 décadas o Governo Regional dos Açores iniciou a recuperação deste património e investiu mais de 2 milhões de euros para pôr a navegar 42 botes e 11 lanchas de reboque.

Para o Presidente da Comissão Consultiva do Património Baleeiro, que homologa este campeonato, «este é um movimento único em Portugal porque põe o património ao serviço, como coisa viva, reinventada. O bote representa essa ligação ao passado, à herança e à memória. É um movimento fantástico porque hoje, estas regatas, unem gerações, avós, filhos e netos, e também introduzem o elemento feminino, que estava totalmente ausente da atividade baleeira».

Em masculinos competem 12 tripulações em vela e 5 em remo. Quanto às senhoras, fazem-se representar com 4 equipas em remo.

A competição estreou-se no ano passado, na ilha das Flores e prossegue agora na ilha de Santa Maria, com grande adesão de equipas de clubes navais, associações culturais e juntas de freguesia das várias ilhas participantes.

O II Campeonato Regional de Botes Baleeiros, homologado pela Comissão Consultiva do Património Baleeiro, é promovido pela Direção Regional da Cultura e conta com a organização do Clube Naval de Santa Maria, em parceria com a Câmara Municipal de Vila do Porto.

mar de historias logo