logo cnh5

Festival de Julho 2017: José Armando Silva, do CNH, venceu a Prova de Pesca

“A participação do Clube Naval da Horta (CNH) no Festival de Julho em 2016 foi boa, mas este ano foi excelente!” É assim que o Diretor da Secção de Pesca Desportiva de Costa do CNH, Carlos Medeiros, classifica o desempenho dos pescadores do Clube na Prova de Pesca do Festival de Julho da Calheta de São Jorge, que decorreu este domingo, dia 16, entre as 8 e as 12 horas.

A Prova foi organizada pela Secção de Pesca do Clube de Futebol da Calheta e participaram cerca de 40 pescadores de São Jorge, Faial e Pico.

O Clube Naval da Horta não deixou os seus créditos por mãos alheias, demonstrando a perícia advinda de muitas épocas de experiência. Assim, além do título de campeão, alcançado por José Armando Silva, arrecadou, igualmente, o prémio para o maior exemplar: uma veja com mais de 1.600 gramas, pescada por José Escobar. De realçar, ainda, o facto de o 5º prémio também ter vindo para o CNH, através de José Alberto Goulart.

Carlos Medeiros elogia “a belíssima organização” da Prova e destaca o “afincado trabalho” do Presidente da Secção de Pesca do Clube de Futebol da Calheta, José Policarpo Brasil.

Este Dirigente revela a particularidade de José Policarpo Brasil ter ficado “muito agradado” pelo facto de ter conhecido pessoalmente o pescador do CNH, Teles Neves, que adquire minhoca para os pescadores faialenses, sendo, também, o fornecedor dos pescadores da Calheta, elemento responsável pelo cimentar desta interligação.

Recorde-se que a comitiva do CNH era composta por Carlos Medeiros, Teles Neves, José Escobar, Juliana Nóbrega, José Alberto Goulart, José Armando Silva e José Silva, cujas deslocações foram integralmente suportadas pela Atlânticoline.

Atendendo ao saudável intercâmbio estabelecido entre os pescadores da Calheta e os do CNH, Carlos Medeiros fez questão de estar presente nesta prova, mas confessa que lhe custou “bastante” atendendo ao problema de saúde com que se debate e que o obrigou mesmo a pescar sentado. Apesar de não se encontrar nas condições ideais, refere que este era um convite “muito honroso” e, que, “além da magnífica prova, há a sublinhar o convívio, a camaradagem, a organização e o tratamento recebido”.

Perante tudo isto, a Secção de Pesca Desportiva de Costa do CNH está já a preparar-se para receber os amigos da Calheta de São Jorge, no decorrer do Festival Náutico da Semana do Mar, que começa no dia 4 de agosto.