Férias Desportivas do CNH 2017 – Coordenador Miguel Mendes faz balanço

As Férias Desportivas do Clube Naval da Horta (CNH) 2017 chegaram ao fim. Durante um mês (de 3 a 28 de Julho), 56 crianças e adolescentes a brincar aprenderam e apreenderam muitos aspectos importantes para a formação da sua personalidade. Este Projecto contemplou um conjunto diversificado de actividades desportivas, lúdicas, ambientais e culturais, sendo um dos objectivos do Clube Naval da Horta a integração de alguns destes frequentadores nas diferentes modalidades que desenvolve.

Na hora da despedida, o Coordenador deste Projecto, o professor de Educação Física da Escola Básica Integrada da Horta, Miguel Mendes, faz o balanço a um programa que este ano fica marcado por várias novidades.

ferias desport cnh 5 2017

Mural na fachada do CNH feito pelos participantes nas Férias Desportivas 2017

“O meu objectivo foi proporcionar às crianças uma diversidade de actividades lúdicas, pois trata-se de um período de férias, e que apelasse ao desenvolvimento de competências como a criatividade, o espírito de iniciativa, de oportunidade, de resiliência, de decisão, de ponderação, de entre-ajuda e respeito pelos pares, entre outras. Estas competências são transversais às vivências do dia-a-dia, nomeadamente na escola, e são fundamentais para o sucesso e desenvolvimento da auto-estima das crianças.

 ferias desport cnh 1 2017

“Estas actividades contribuem para o desenvolvimento de competências como a criatividade, o espírito de iniciativa, ponderação, entre-ajuda, respeito pelos pares, etc”

Das diferentes actividades desenvolvidas realço:

- terem andado na bóia rebocada pelo semi-rígido;

- o lançamento de papagaios no aeroporto da Horta, que constituiu uma actividade única. Realço, ainda, o facto de terem sido as crianças a construir os papagaios;

- o baptismo de mergulho, que foi direccionado às faixas etárias mais velhas, dos 10 aos 12 anos e que se revelou uma experiência excepcional, graças à parceria existente entre o CNH e a empresa Norberto Diver;

- as vivências ao nível da náutica;

- a tradicional escaleira/rampa onde superaram alguns receios;

- a visita ao Vulcão dos Capelinhos, onde aprofundaram ou ficaram a conhecer melhor a história “mágica” que fez crescer a ilha do Faial há 60 anos;

- construção de 3 jangadas com a colaboração do Observatório do Mar dos Açores (OMA) e, neste sentido, revelo que no dia 11 de Agosto, no âmbito do Festival Náutico do CNH, haverá a travessia de jangada desde o porto velho até ao novo. As jangadas foram projectadas pelas crianças, numa fase inicial no papel, tendo, posteriormente chegado à realidade.

Houve uma envolvência muito grande, que culminou com a participação de mais de 90% destas crianças.

 ferias desport cnh 6 2017

Outra fotografia do mural, que assinala as actividades mais marcantes deste mês de Julho

Com a ajuda do OMA foi possível explorar a diversidade do mar e identificar peixes, despertando para a consciência de preservar e proteger as diferentes espécies marinhas.

De sublinhar a sensibilização feita pela Capitania do Porto da Horta no sentido de ser usado o protector e os cuidados a ter com a exposição solar. Foram conselhos extremamente importantes para este público, que, ao longo deste mês recebeu muita e variada informação.

A consciência ambiental esteve presente todos os dias, em todas as actividades, pelo que a recolha de lixo pelos locais onde passaram foi uma constante, preconizados, por exemplo, pela “caça à biata”.

Todo este conjunto de actividades permitiu-lhes experienciar muitos aspectos diferentes ou até mesmo novos na vida deles, com realce para a visita ao Museu da Horta, à Delegação da Horta da RTP, ao Quartel dos Bombeiros, à Casa Manuel de Arriaga, ao Aquário de Porto Pim e Casa dos Dabney, entre outros. Alguns maravilharam-se com a sensação nova de andar em escadas rolantes no aeroporto da Horta. São pequenas vivências de natureza social, desportiva, cultural e pessoal que os tornam mais respeitadores, conscientes e responsáveis.

Falando de crianças e, inevitavelmente da sua espontaneidade, várias foram as brincadeiras que surgiram e outras foram revividas, como o “casamento” entre dois Monitores com a participação de todos os intervenientes destas Férias Desportivas, no término das actividades num piquenique colectivo, realizado no Parque do Cabouco.

Para memórias futuras fica o mural na fachada do Clube Naval da Horta, que surgiu através da criatividade de todos os participantes neste Projecto e que reflecte as vivências deste último mês.

Todo este trabalho só foi possível graças à colaboração dos Monitores, tendo sido crucial o facto de falarmos a mesma linguagem…”

ferias desport cnh 3 2017

Coordenador e Monitores

Atrás, da esquerda para a direita: Maria Almeida e Clésio Pereira

À frente, da esquerda para a direita: Miguel Mendes, Maria Castro e Raquel Brasil

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.