logo cnh5

70º Aniversário do CNH: Mensagem da Directora da Secção de Canoagem, Susana Rosa

“É preciso que todos aqueles que têm responsabilidades deêm o devido valor ao papel do CNH e o saibam apoiar no desenvolvimento das suas actividades”

Apesar de ter nascido e sido criada nas Angústias, freguesia citadina, vivi a minha infância e juventude num meio rural, sempre ligada às lides do campo. O mar não fazia parte do meu dia-a-dia e muito menos as actividades do Clube Naval da Horta. Acho que era um pouco assim com as crianças do campo, que passavam os seus tempos livres a ajudar a família na agricultura.

Só depois de casada, com um marido que adora o mar, é que comecei  a envolver-me no meio náutico. A filha, que também herdou do pai o gosto pelo mar, fez-me envolver ainda mais, com a entrada para a Secção de Canoagem e, dois anos depois, para a Vela Ligeira.

Daí que, quando surgiu o convite do Sr. José Decq Mota para integrar esta Direcção, achei que poderia dar o meu contributo, apesar de nunca ter feito parte dos corpos gerentes de qualquer colectividade.

A Secção de Canoagem foi, naturalmente, o meu “pelouro” e com muito gosto, já que conhecia o seu funcionamento e muitos dos seus atletas.

Juntos, com uma grande interligação com os Treinadores e com os Pais, julgo que conseguimos um grupo muito coeso e motivado e, que, espero, continue a crescer.

As dificuldades de instalações e material – precário e obsoleto – vão sendo ultrapassadas com a boa vontade de todos.  Julgo que é assim com todas as Secções do Clube Naval da Horta. Um Clube prestigiado, dinâmico, muitas vezes líder e pioneiro, mas com condições que não fazem jus ao trabalho que promove.

É preciso que todos aqueles que têm responsabilidades, locais e regionais, deêm o devido valor ao papel do CNH e o saibam apoiar no desenvolvimento das suas actividades.

O patamar que o CNH atingiu, na promoção do desporto náutico e, também, como pólo de desenvolvimento  social,  tem de ser salvaguardado e estimulado.

Sempre enfrentando dificuldades, o trabalho que o CNH leva a cabo não se resume apenas à formação e competição desportiva, alargando-se, também, à divulgação turística além fronteiras.

Com 70 Anos de História, seria bom um olhar justo sobre o CNH, com instalações condignas para assegurar um futuro ainda mais risonho.

Actualmente, nas actividades do CNH participam mais ou menos elementos novos de toda a ilha. Os tempos mudaram e os desportos náuticos estão ao alcance de todos.

Muitas vezes é preciso remar contra a maré, mas o CNH é isso mesmo, é um Clube desportivo onde se aprende a ultrapassar as dificuldades quando o mar não está de feição.