logo cnh5

70º Aniversário do CNH: Mensagem do Director da Secção de Pesca Desportiva de Barco, Luís Carlos Rosa

“O que mais faz falta ao CNH são equipamentos de apoio às actividades e consequente melhoria das condições de trabalho para todos”

O Clube Naval da Horta (CNH) é importante para o Faial e para os Açores sendo, em minha opinião, provavelmente o mais dinâmico da Região. É o clube que mais actividades promove na ilha do Faial, sobressaindo a sua influência na prática desportiva, no apoio dado aos iatistas, na recepção de regatas internacionais e na promoção do Faial fora de portas, entre muitos outros aspectos.

O papel que desempenha na formação das camadas jovens no que concerne aos desportos náuticos é essencial para a nossa ilha, funcionando como ponte entre as pessoas e o mar.

Além disso, em termos de formação náutica e náutica de recreio, tem um papel fulcral, assim como no acompanhamento e evolução dos desportistas.

O CNH deve ser apoiado pelas pessoas e pelas entidades oficiais

Entendo que o trabalho levado a cabo pelo CNH – que é vasto e diversificado – é reconhecido pela sociedade faialense, embora por vezes não se consiga sentir esse apoio. Podemos dizer que uma parte da população está um pouco alheada desta casa, mas também passa pelo próprio Clube criar os mecanismos que facilitem essa aproximação. Não é preciso ser Sócio para participar nas actividades promovidas e realizadas pelo CNH. O Clube como instituição, procura servir o Faial mas, também, contribuir para o desenvolvimento desportivo e turístico do arquipélago, por isso é de todos, mas naturalmente que os Sócios beneficiam de algumas regalias adicionais. Portanto, compete ao Clube criar um quadro de atractividades que possibilitem essa aproximação.

O CNH deve ser apoiado pelas pessoas e pelas entidades oficiais, a começar pelo Governo Regional, sem esquecer a Câmara Municipal e outros departamentos. Esse apoio existe; no entanto, poderia ser mais efectivo dadas as exigências crescentes do Clube.

O que mais falta faz são equipamentos de apoio às actividades e consequente melhoria das condições de trabalho para todos.

Considero que a melhor prenda de Aniversário seria a construção de novas instalações ou melhoria considerável das actuais, que se encontram degradadas e sem condições para atletas, “staff” e armazenamento de embarcações e material das mesmas.

Para mim, o CNH é uma instituição fundamental para o Faial e para o desenvolvimento das actividades náuticas.

Decidi dar o meu directo contributo ao aceitar as funções de Director da Secção de Pesca Desportiva de Barco e posso dizer que o balanço desta época é positivo. Embora o número de embarcações e pescadores não tenha sido elevado, o facto é que os que participaram fizeram-no com intuito desportivo, o que é essencial. Tratando-se de um desporto, naturalmente que todos gostam e querem ganhar. Porém, o respeito pelos outros, o convívio e a diversão também fazem parte, representando uma vertente muito saudável e importante.

É fundamental desmistificar esta questão e perceber que não estamos perante uma actividade rentável. As Provas promovidas pela Secção que dirijo são de âmbito desportivo. Trata-se de Pesca Desportiva, logo não estamos a falar de quantidade, mas de gosto pelo desporto. Interessa ganhar sim, mas com respeito por todos. Como normalmente digo, com apenas um peixe se pode ganhar uma prova. É neste ambiente de são convívio e de grande camaradagem, que desejo que o CNH esteja ao leme de, pelo menos, mais 70 anos de dinamismo em prol do desporto náutico e da projecção da ilha do Faial.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.