Canoagem CNH - Secção revitalizada com novo treinador

alt Hugo Parra é o novo treinador de canoagem do Clube Naval da Horta. A secção que tem também novo dirigente, Renée Rodrigues. Desde 1994 que Hugo Parra, biólogo de profissão, se dedica à canoagem, tendo inclusivamente competido a nível nacional. Considera pertinente e fundamental incutir nos jovens canoístas um espírito mais competitivo. Neste momento existem 8 atletas a praticar canoagem no CNH, com idades compreendidas entre os 10 e os 42 anos. A idade ideal para ingressar a modalidade é, precisamente, por volta dos 10 anos. O CNH já deu grandes contribuições à canoagem nacional e Parra acredita que isso poderá voltar a acontecer, pois tem no seu leque de atletas, grandes potenciais. Embora se tenha verificado um crescimento e consolidação da modalidade no Clube Naval da Horta, a verdade é que tem existido uma retracção a nível geral e a modalidade tende a abrandar. No ano anterior verificou-se uma sobreposição de datas dos regionais e nacionais, por isso mesmo não foi possível levar atleta nenhum ao continente do CNH, que optaram por participar nos regionais. alt Uma vez que não se trata de um desporto de pavilhão, nem com embarcações volumosas, a modalidade acaba por não ter um grande impacto visual. A canoagem trata-se de um desporto ao ar livre, individual, condicionado pelo estado do mar, com um público muito reduzido, pelo que a motivação dos atletas e treinadores acontece de forma intrínseca. O Clube Naval da Horta teve um apoio na ordem dos 80% por parte da Direcção Regional do Desporto que permitiu obter dois K1 Thinder Kid, 7 saiotes e 5 coletes de bolsa. Faz parte dos projectos da actual direcção adquirir material para reparar alguns dos kayaks existentes, bem como pagaias para os escalões de formação. Pretendem ainda divulgar a modalidade junto das escolas. Durante a Semana do Mar está prevista a realização de algumas demonstrações na baía de Porto Pim, permitindo assim um contacto mais imediato e directo dos mais novos com a modalidade. Em relação às dificuldades que atravessa a modalidade, Hugo Parra é de opinião que a primeira dificuldade tem a ver com a concorrência directa que a vela estabelece. A nível de material as coisas estão num bom caminho, todavia se aumentar a formação terão que adquirir novo. Para se inscreverem, ou inscreverem os seus filhos basta dirigirem-se à secretaria no horário de experiente. Os treinos acontecem todos os sábados das 10h00 às 12h00. A seu tempo vai ser divulgado o calendário.