“Azores Triangle Seas Photo Challenge”: “Concorreram 27 fotografias de grande impacto”

Este Concurso tem como objectivo “retratar os valores naturais e a divulgação turística das paisagens e animais marinhos mais espectaculares dos Açores”

Serão divulgados no próximo mês de Novembro os vencedores do Concurso de Fotografia Subaquática intitulado “Azores Triangle Seas Photo Challenge”. O Clube Naval da Horta (CNH) é a entidade promotora e organizadora desta iniciativa, tendo a 1ª edição decorrido de 1 de Agosto a 30 de Setembro último.

Jorge Fontes, membro da Direcção do CNH e porta-voz no que ao projecto diz respeito, salienta que concorreram 27 imagens de “grande impacto”, havendo inscritos dos Açores e de fora.

Este Concurso foi aberto a todas as pessoas, residentes ou visitantes de todo o mundo, “tendo constituído uma oportunidade para o amador, o principiante ou o premiado poderem ser reconhecidos pelo seu trabalho fotográfico mais original”.

Dos seus objectivos fazem parte “retratar os valores naturais e a divulgação turística das paisagens e animais marinhos mais espectaculares dos Açores”.

Apostar mais na divulgação

Este Dirigente sustenta que “os resultados correspondem às expectativas para uma 1ª edição”. E sublinha: “Julgo que a procura será tendencialmente crescente no próximo ano, com mais divulgação, devendo, também, decorrer durante toda a época do ecoturismo de mar”.

“A divulgação, devido a alguma falta de visibilidade junto do público-alvo”, foi a maior dificuldade com que se debateu a Organização, aspecto que já está a ser trabalhado noutros moldes perspectivando a edição seguinte.

Quanto aos participantes, Jorge Fontes revela que “a Organização recebeu boas reacções e, sobretudo, muitas sugestões para tornar este Concurso ainda mais interessante”.

“Criar um veículo de promoção dos valores naturais dos Açores através de imagens de grande impacto e sem os constrangimentos das competições de fotosub clássicas, aberta a todos os interessados”, é o maior objectivo do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”.

As empresas de mergulho do Triângulo foram parceiras do CNH nesta Organização, tendo sido o principal meio de divulgação do Concurso e angariação de concorrentes ao darem conhecimento deste evento junto dos seus clientes.

Um Concurso diferente

De realçar que este Concurso contou com “um formato bastante diferente dos habituais campeonatos de fotografia subaquática”, tendo sido três as diferenças marcantes enumeradas por Jorge Fontes e que recordamos. A primeira diferença prende-se com o âmbito geográfico, permitindo que as fotografias tenham sido captadas em qualquer região do Triângulo (ilhas do Faial, Pico, São Jorge, bancos e águas adjacentes); a segunda teve a ver com a janela temporal, já que não houve dias específicos destinados à prova, ou seja, os interessados puderam fotografar em qualquer dia, escolhendo as melhores condições e as situações mais favoráveis para conseguir as imagens de maior impacto; e, por último, o tema era livre, fazendo com que cada um tenha fotografado de acordo com a sua preferência e sem restrições. Este Responsável entende que “são essas limitações e formatos habitualmente impostos aos concorrentes, nas competições em modelo clássico, que impedem que as fotografias a concurso reflictam todo o potencial dos ambientes e paisagens marinhas”.

Edição de 2018 já está a ser preparada

As fotografias concorrentes serão agora avaliadas pelo Júri do Concurso, sendo os resultados comunicados e divulgados publicamente durante o mês de Novembro (em data a anunciar oportunamente). Todas as fotografias serão divulgadas, com destaque para as premiadas. A Cerimónia de Entrega de Prémios decorrerá na sede do CNH. 

Os vencedores receberão prémios pecuniários no valor de 1.000 euros, montante que é patrocinado pelo Turismo dos Açores, no âmbito do projecto que se destina a apoiar actividades de divulgação do destino e marca Açores. O 1º classificado tem direito a 700€, o 2º recebe 200€ e o 3º, 100€.

O Júri do Concurso é composto por Jorge Fontes (biólogo marinho, membro da Direcção do CNH, mergulhador e fotógrafo), Nuno Sá (reconhecido fotógrafo profissional) e por um representante do Turismo dos Açores.

Jorge Fontes adianta que “o Clube Naval da Horta já se encontra a analisar as sugestões e a preparar a próxima edição”. E revela: “Como tal, teremos de fazer uma nova candidatura ao Turismo visando o Concurso de 2018”.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.