Entrega de prémios do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, edição de 2017

Martijn Schouten, Antoine Louvel e Chris Vyvyan-Robinson são os vencedores do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, edição de 2017

- Kim tem Wolde foi distinguido com uma Menção Honrosa

“Há um ano, a Direcção do Clube Naval da Horta (CNH) deixou-se entusiasmar com a proposta feita pelo nosso colega Dirigente, Jorge Fontes, no sentido de organizarmos o Concurso de Fotografia Subaquática “Azores Triangle Seas Photo Challenge”. E ainda bem que assim foi, pois concorreram fotografias de muita qualidade, como é possível observar”.

Foi assim que o Presidente da Direcção do CNH, José Decq Mota, começou a sua intervenção na Sessão de Entrega de Prémios do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, edição de 2017. A Sessão decorreu na noite desta sexta-feira, dia 12, no Bar do Clube Naval da Horta.

azores triangle seas photo challenge 2017 martijn schouten 1 premio

Martijn Schouten: Vencedor do 1º Prémio do Concurso de Fotografia Subaquática “Azores Triangle Seas Photo Challenge” 2017 (tubarão azul em bola de isco – Prionace glauca), captada com a Empresa CW Azores

Concorreram 9 pessoas, cada uma com 3 fotografias: Tiago Castro, Luís Campos, Laurence Fauconet, Ambre Soszynski, Steve Carter, Martijn Schouten, Antoine Louvel, Chris Vyvyan-Robinson e Kim tem Wolde. Os vencedores foram conhecidos na noite desta sexta-feira, sendo os seguintes:

1º Prémio: Martijn Schouten (tubarão azul em bola de isco – Prionace glauca); CW Azores

2º Prémio: Antoine Louvel (Cachalote juvenil – Physeter macrocephalus); Norberto Diver

3º Prémio: Chris Vyvyan-Robinson (“chicote” tubarão azul – Prionace glauca); CW Azores

Menção Honrosa (conservação): Kim tem Wolde (tubarão azul – Prionace glauca) Pico Sport

Jorge Fontes, membro da Direcção do CNH e porta-voz no que ao projecto diz respeito,  referindo-se à fotografia vencedora do 1º Prémio, captada no Canal Faial/Pico, disse que retrata “um tubarão azul com uma bola de isco de chicharro, a alimentar-se”.

A fotografia vencedora do 2º Prémio captou um cachalote juvenil, no Pico, “um animal icónico da nossa fauna”, sublinhou este elemento do Júri, que revelou que o autor (Antoine Louvel) é dentista de profissão.

Quanto ao 3º Prémio, a fotografia mostra-nos um tubarão azul “numa perspectiva diferente, pouco usual”.

entrega premios triangle seas ed 2017 18 2018

Martijn Schouten, vencedor do 1º Prémio, espera que este Concurso continue e se torne “cada vez maior”

Atendendo a que os vencedores são todos estrangeiros,  nenhum se encontrava presente no momento da Entrega dos Prémios, tendo os Certificados sido recebidos por um amigo dos vencedores, concretamente o 1º e o 3º. O Certificado do 2º vencedor foi entregue ao operador Marco Medeiros, da Empresa Norberto Diver.

Martijn Schouten, foi convidado de honra, tendo, através do Skype, se reunido à festa da Entrega de Prémios, que terminou com um beberete.

Jorge Fontes referiu que todos estavam “impressionados” com as fotografias a concurso e em especial com esta, vencedora do 1º Prémio. Por seu turno, o vencedor agradeceu e referiu que já fez fotografias noutros locais, como por exemplo na África do Sul, e que aprecia “muito” os Açores. Recordou que tinha começado com uma “pequena câmara” e, que, com o passar do tempo, foi comprando outras maiores.

Martijn Schouten sublinhou que “estas iniciativas também contribuem para melhorar a vida nos oceanos e, consequentemente, a de todos nós. Constituem razões para protegermos estes habitats”. E, a terminar, desejou que este Concurso continue e se “torne cada vez maior!”

“Considero estas fotografias um mimo”

Tanto o Presidente da Direcção do CNH como Jorge Fontes agradeceram a presença de todos, “muito particularmente” dos participantes, operadores das Empresas Marítimo-Turísticas, mergulhadores, todos os Parceiros, bem como o Governo Regional, através da Direcção Regional do Turismo.

Jorge Fontes direccionou as suas primeiras palavras de agradecimento aos participantes, pois, “sem eles não haveria Concurso”, e frisou: “Todos gostamos de ver imagens bonitas da nossa Terra e estas são raras. Considero-as um mimo com que nos estão a presentear”.

Este Dirigente realçou que o Concurso de Fotografia Subaquática organizado e promovido pelo CNH constitui “um excelente veículo de divulgação turística dos Açores” e as imagens captadas no seu contexto “prestam-se a um grande serviço em termos de oceano aberto e vida selvagem. Esquecemo-nos disto com frequência, pelo que é bom lembrar”.

azores triangle seas photo challenge 2017 antoine louvel 2 premio

Antoine Louvel: Vencedor do 2º Prémio do “Azores Triangle Seas Photo Challenge” 2017

(Cachalote juvenil – Physeter macrocephalus), captada com a Empresa Norberto Diver

Falando em nome da entidade promotora e organizadora, Jorge Fontes vincou a “grande satisfação sentida pelos resultados obtidos” e garantiu que “seguramente esta iniciativa é para continuar”. “Já me perguntaram se é para manter e eu posso asseverar que queremos uma 2ª, 3ª, 4ª edições e sempre por aí fora”, rematou. Aliás, a 2ª edição (2018) já se encontra a ser preparada.

Apesar de sempre terem sido anunciados 3 prémios, a verdade é que se encontravam 4 fotografias em destaque na Sessão de Entrega de Prémios. Por isso, Jorge Fontes esclareceu que foi decidido atribuir uma Menção Honrosa pelo facto de a fotografia em questão (um tubarão azul) ter “grande impacto e valor do ponto de vista da conservação e educação ambiental”.

E referindo-se ao tubarão azul, este biólogo de profissão explicou que se trata “do tubarão mais espectacular de nadar e observar. Embora não nos possamos esquecer de que estamos a falar de um tubarão, o facto é que este é dócil. Provoca um impacto muito grande em quem vem mergulhar. Os tubarões azuis são graciosos, gentis e elegantíssimos”. Como tal, Kim tem Wolde, fotógrafo holandês, foi distinguido com um prémio extra, que se traduziu na atribuição de uma Menção Honrosa.

azores triangle seas photo challenge 2017 chris vyvyan robinson 3 premio

Chris Vyvyan-Robinson: Vencedor do 3º Prémio do “Azores Triangle Seas Photo Challenge” 2017 (“chicote” tubarão azul – Prionace glauca), captada com a CW Azores

Vou colaborar sempre”

Através do mesmo sistema de comunicação, o consagrado fotógrafo Nuno Sá, também elemento do Júri, pôde entrar em directo, começando por agradecer o convite endereçado pelo CNH para se associar a esta prova, que reputou de “muito original, para resultados muito diferentes, num formato muito interessante”. “Todos concorreram em pé de igualdade”, sustentou, salientando a particularidade de o Concurso ter decorrido “num lugar único, como os Açores, e na melhor altura do ano (Agosto e Setembro). E os resultados reflectem bem isso”.

Este especialista em fotografia realçou o facto de o “Azores Triangle Seas Photo Challenge” ter mostrado “um bocadinho do melhor que os Açores têm” e confessou que teria “muito orgulho” em ter conseguido a fotografia vencedora.

A encerrar a sua intervenção especial nesta Sessão de Entrega de Prémios, Nuno Sá formulou votos para que “haja muitas edições a seguir a esta”, deixando a garantia de que vai “colaborar sempre”. E despediu-se lançando o desafio para que “na próxima edição deste Concurso passe, também, a haver uma categoria de vídeo”.

entrega premios triangle seas ed 2017 17 2018

Nuno Sá, em directo através do Skype, lançou o desafio para que a edição de 2018 deste Concurso conte, também, com uma categoria de vídeo

Jorge Fontes apressou-se a dizer que Nuno Sá parecia ter-lhe lido os pensamentos. A avaliar pela sintonia destes jurados, presume-se que a edição de 2018 conte com novidades nesta matéria.

No início da Sessão, este Dirigente do CNH havia realçado que, “tratando-se do fotógrafo mais talentoso – pelo menos em fotografia subaquática – com actividade em Portugal”, Nuno Sá conferia “grande credibilidade a este Concurso”.

O “Azores Triangle Seas Photo Challenge” é uma competição de fotografia digital subaquática com tema livre. As 27 fotografias apresentadas a concurso foram captadas em qualquer momento, em qualquer recanto subaquático das ilhas do Triângulo e bancos adjacentes, desde a baixa dos Rosais até a banco Princesa Alice, do Porto Pim à Piedade.

O Concurso de 2017 decorreu durante os meses de Agosto e Setembro, “de forma a permitir captar os aspectos mais espectaculares da nossa vida marinha”, assinalou Jorge Fontes, que prosseguiu: “Apesar de ser uma competição, é aberta a amadores e profissionais e conta com as Empresas de Mergulho do Triângulo como parceiros da iniciativa”.

O Governo Regional dos Açores apoiou a iniciativa através da Direcção Regional do Turismo.

“Esta competição sem categorias, foi desenhada para divulgar imagens com forte impacto visual e com grande relevância para a divulgação/sensibilização e conservação dos Oceanos”, notou este biólogo.

azores triangle seas photo challenge 2017 kim tem wolde mencao honrosa

Esta foi a fotografia com que o holandês Kim tem Wolde arrebatou a Menção Honrosa (tubarão azul – Prionace glauca) captada com a Empresa Pico Sport

Empresas de Mergulho do Triângulo como Parceiras

Este Concurso foi aberto a todas as pessoas, residentes ou visitantes de todo o mundo, “tendo constituído uma oportunidade para o amador, o principiante ou o premiado poderem ser reconhecidos pelo seu trabalho fotográfico mais original”.

Dos objectivos deste evento fazem parte “retratar os valores naturais e a divulgação turística das paisagens e animais marinhos mais espectaculares dos Açores”.

“Criar um veículo de promoção dos valores naturais dos Açores através de imagens de grande impacto e sem os constrangimentos das competições de fotosub clássicas, aberta a todos os interessados”, é o maior objectivo do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, alerta a Organização.

As Empresas de Mergulho do Triângulo foram Parceiras do CNH nesta Prova, tendo constituído o principal meio de divulgação do Concurso e angariação de concorrentes ao darem conhecimento deste evento junto dos seus clientes.

Os vencedores receberam prémios pecuniários no valor de 1.000 euros, montante que foi patrocinado pelo Turismo dos Açores, no âmbito do projecto que se destina a apoiar actividades de divulgação do destino e marca Açores.

O 1º classificado recebeu 700€, o 2º: 200€ e o 3º: 100€.

entrega premios triangle seas ed 2017 13 2018

Marino Silva representou a Direcção Regional do Turismo, entidade que patrocinou este Concurso, enquanto Luís Botelho, Vice-Presidente da Câmara, esteve em representação  da Autarquia Faialense

O Júri do Concurso de 2017 foi composto por Jorge Fontes (biólogo marinho, membro da Direcção do CNH, mergulhador e fotógrafo); por Nuno Sá (reconhecido fotógrafo profissional) e pelo Director Regional do Turismo, Filipe Macedo. Na Cerimónia desta sexta-feira, a Direcção Regional de Turismo fez-se representar por Marino Silva. Presente esteve, também, o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Horta, Luís Botelho, em representação da Autarquia Faialense.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.