logo cnh5

Vela Ligeira - Boas regatas, excelente Organização e acérrima competitividade marcaram a 3ª PCR, na Horta

A 3ª PCR de Vela Ligeira dos Açores foi organizada pelo Clube Naval da Horta, tendo os Prémios sido patrocinados pela Empresa “Martipereira”

Foi em ambiente festivo que decorreu a Cerimónia de Entrega de Prémios da 3ª Prova do Campeonato Regional (PCR) de Vela Ligeira dos Açores, realizada na noite deste domingo, dia 18, no Bar do Clube Naval da Horta (CNH).

A 3ª PCR, que foi promovida pela Associação Regional de Vela dos Açores (ARVA) e pela Federação Portuguesa de Vela (FPV), tendo o CNH como Clube Organizador, desenrolou-se ao longo de sábado e domingo – dias 17 e 18 – na Baía da Horta, tendo sido realizadas as 8 regatas previstas (5 no primeiro dia e 3 no segundo).

3 pcr premios laser fem

Vencedoras da Classe Laser 4.7 - Feminino: 2º lugar - Ana Matos, do Clube Naval de Vila Franca do Campo, São Miguel; e 1º lugar - Mariana Luís, Clube Naval da Horta

Foram convidados para a festa – que integrou jantar e reuniu mais de 100 pessoas – o Presidente da Câmara Municipal da Horta, que se fez representar pela Vereadora Ester Pereira; o Capitão do Porto da Horta, Rafael da Silva; o Presidente da Portos dos Açores, Fernando Nascimento; o Presidente da Associação Regional de Vela dos Açores, Jorge Macedo; o Director do Serviço de Desporto do Faial, Bruno Leonardo; o Presidente da Comissão de Regatas, Bruno Rosa; o Presidente da Comissão de Protestos, Nuno Santos; os Representantes dos Clubes participantes nesta 3ª PCR, os Velejadores, Dirigentes do CNH e Convidados.

Na sua intervenção, o Vice-Presidente da Direcção do CNH, Luís Costa, começou por dar os Parabéns a toda a Organização desta Prova do Campeonato Regional de Vela Ligeira, endereçando, também, uma palavra de apreço às Comissões de Regata e de Protesto e à Segurança da Prova que, “em muito contribuíram com as suas decisões para o sucesso destes dois dias de regatas e que serviram como um excelente veículo de propaganda da Vela Ligeira a que assistimos neste Canal Faial/Pico”.

“A todos os clubes navais participantes – CNH, Santa Maria, Ponta Delgada, Vila Franca do Campo, Praia da Vitória, Angra Iate Clube, Madalena e São Roque do Pico – quero, em nome do Clube Naval da Horta, agradecer a vossa presença.

À Capitania do Porto da Horta, à Portos dos Açores, S.A., à Associação Regional de Vela dos Açores e a todos os Voluntários que em terra e no mar colaboraram, um agradecimento muito especial e um bem-hajam”, frisou este Dirigente, destacando o desempenho de todos os atletas: “A todos os Velejadores que contribuíram para o enorme sucesso desta Prova, o meu sincero obrigado. Aproveito esta ocasião para dar os parabéns aos vencedores nas diferentes Classes e honra seja feita aos vencidos, porque no desporto existem sempre uns e outros. A estes, deixo uma palavra de estímulo para que continuem a trabalhar e a treinar afincadamente.

3 pcr premios optimist 2018

Maísa Silva, 1º Optimist Feminino, Clube Naval da Horta; Xavier Novo, 1º Optimist Masculino, Clube Naval de Ponta Delgada; Diogo Melo, 2º Optimist Masculino, Clube Naval de Ponta Delgada

A todos aqueles que se apuraram para participar no Campeonato Nacional nas diferentes Classes, o meu desejo é que consigam alcançar os resultados a que se propõem”.

“Votos de Bons Ventos e muito obrigado”, rematou Luís Costa.

Na tarde deste domingo, Olga Marques, também Vice-Presidente da Direcção do CNH e simultaneamente Directora da Secção de Vela Ligeira desta instituição náutica lembrou, ainda, “o precioso apoio” dado pela “Padaria Popular” e pelo “Fayal Kompra” no que se refere aos lanches de mar distribuídos ao longo destes dois dias de prova.

Uma palavra de agradecimento à Empresa “Martipereira”, que patrocinou os Prémios.

“Os velejadores do CNH lutaram muito”

Em declarações ao Gabinete de Imprensa do CNH, o Treinador de Competição da Escola de Vela do Clube Naval da Horta, Duarte Araújo, salientou “a excelente Organização do CNH”, congratulando-se com o facto de terem sido realizadas as 8 regatas constantes do programa.

Relativamente ao desempenho dos atletas faialenses, referiu que “alguns conseguiram atingir e até mesmo ultrapassar os objectivos traçados, ao passo que outros ficaram aquém do esperado”.

“Estou satisfeito porque os velejadores do CNH lutaram muito e têm treinado imenso para melhorar, e conseguiram. Sem dúvida, que esta Prova constituiu um belíssimo aquecimento para os Nacionais que aí vêm (férias da Páscoa)”, vincou este Técnico, que acrescentou: “Mostrámos que estamos a aproximarmo-nos na qualidade (na quantidade ainda não), e estou orgulhoso de todos”.

3 pcr premios laser 1 2018

Luís Costa, Vice-Presidente da Direcção do Clube Naval da Horta, e José Maria Silva, 1º Laser 4.7 Masculino, Clube Naval de Ponta Delgada

 

Impressões de alguns velejadores do CNH

Leonor Porteiro:

“A PCR correu bem. Neste segundo dia (domingo) foi mais difícil, porque houve menos vento, com muitos saltos, mas decorreu dentro das expectativas.

Deu para aprender com os erros e para ver o andamento dos outros”.

Maísa Silva:

“Estou satisfeita e para mim estes dois dias de Prova foram iguais, com boas condições, embora hoje (domingo) o vento tenha estado mais fraco do que ontem (sábado).

Foi melhor do que aquilo que eu estava à espera e deu para aprender. Aprende-se sempre com uma frota destas. Percebi que estamos todos ao mesmo nível”.

Bernardo Melo:

“Ontem (sábado), foi pior do que hoje (domingo), em que o vento esteve mais fraco. Mas correu bem em ambos os dias. Deu para aprender e para comparar, percebendo quem está ao nosso nível. É bom ter uma frota grande, o que deveria acontecer sempre”.

Mariana Luís:

“Correu bem. Hoje (domingo) foi melhor porque estive a dominar em duas regatas e o vento era-me favorável, por estar com menos intensidade do que ontem (sábado).

Sem dúvida que foi uma boa forma de acabar este Regional, com uma frota já conhecida.

Decorreu dentro das expectativas, embora considere que tenha sido duro do ponto de vista psicológico.

Acho que todos evoluiram: os velejadores do CNH e os das outras ilhas que estiveram a competir no Faial.

Gostava que das próximas vezes as raparigas fizessem boa figura”.

3 pcr premios 420

Vencedores da Classe 420: André Gomes/Gonçalo Melo, 1º lugar, do Clube Naval de Ponta Delgada; Vasco Luz/Gonçalo Melo, 2º lugar, também do Clube Naval de Ponta Delgada; e André Neto/Maria Aysa, 3º lugar, do Angra Iate Clube

 

 Jorge Pires:

“Correu-me melhor no primeiro dia (sábado) em que consegui ficar em 1º lugar nas duas primeiras regatas, mas depois foi decaindo.

Hoje (domingo), as condições não estavam boas: houve pouco vento e a rondar, mas na última regata ficou mais constante e tirei um 3º lugar.

Este segundo dia foi pior do que aquilo que eu estava à espera. Naturalmente que melhoramos sempre com a prática e seria bom podermos ter habitualmente uma frota desta dimensão.

Temos amigos nas várias ilhas e usamos os Regionais para nos encontrarmos, o que é bom

Entendo que em termos regionais o nível dos velejadores é semelhante e em termos nacionais não há tanta diferença como já houve.

Esta 3ª PCR foi o aquecimento para o Nacional que aí vem”.

3 pcr premios laser 2 2018

Olga Marques, Vice-Presidente da Direcção do Clube Naval da Horta, e Gonçalo Lucas, 3º Laser 4.7 Masculino, Angra Iate Clube

 

António Valério: “Níveis equiparados entre Horta, Ponta Delgada e Praia da Vitória”

“Esta PCR correu muito bem. A participação foi extremamente positiva. Os objectivos foram alcançados e a Organização está de parabéns. Só consigo encontrar factores positivos. Ontem (sábado) foi melhor, porque as condições eram mais propícias à prática da modalidade. Hoje (domingo), o vento oscilava de intensidade.

A vertente social destes eventos também é muito importante, pois os atletas fazem amigos, o que é fundamental. Há uma boa relação entre os clubes e isso ficou bem patente no jantar deste sábado, em que estiveram todos juntos.

Considero que vale sempre a pena participar. Os níveis são equiparados entre estes 3 clubes: Horta, Ponta Delgada e Praia da Vitória”.

3 pcr jose medeiros antonio valerio treinadores cnpdl 18 03 2018

José Medeiros, Treinador de Juniores - Laser e 420, e António Valério, Treinador de Juvenis - Optimist, ambos do Clube Naval de Ponta Delgada

 

José Medeiros: “Organização foi o habitual por parte do CNH - muito ponderada e sempre a pensar no bem dos velejadores”

“A Prova superou as expectativas. Sábado esteve óptimo e o número de regatas realizadas nos dois dias foi ideal, registando-se um bom nível competitivo.

Houve bastante diversidade com vencedores em todas as classes.

Registou-se competitividade acérrima com luta intensa.

Neste desporto, assiste-se a uma aprendizagem constante, relativamente ao tempo, ao estado do mar e à diversidade dos atletas.

Em termos sociais, são eventos que valem muito. Verificou-se um convívio excelente entre os diversos clubes. Os atletas interagiram bem.

No que concerne à Organização, foi aquilo que é habitual por parte do Clube Naval da Horta: muito ponderada e sempre a pensar no bem dos velejadores”.

 

Aqui ficam as Classificações relativas aos três primeiros lugares em cada Classe. As Classificações completas podem ser consultadas nesta ligação:

Optimist Feminino:

1º lugar: Maísa Silva, do Clube Naval da Horta (CNH)

2º lugar: Leonor Porteiro, do CNH

3º lugar: Ana Silva, do CNH

 

Optimist Masculino:

1º lugar: Xavier Novo, do Clube Naval de Ponta Delgada (CNPDL)

2º lugar: Diogo Melo (CNPDL)

3º lugar: Miguel Mendes (CNPDL)

 

Laser 4.7 Feminino:

1º lugar: Mariana Luís, do CNH

2º lugar: Ana Matos, do Clube Naval de Vila Franca do Campo (CNVFC)

 

Laser 4.7 Masculino:

1º lugar: José Maria Silva (CNPDL)

2º lugar: Jorge Pires (CNH)

3º lugar: Gonçalo Lucas, do Angra Iate Clube (AIC)

 

Classe 420

1º lugar: André Gomes/Gonçalo Melo (CNPDL)

2º lugar: Vasco Luz/Nuno Câmara (CNPDL)

3º lugar: André Neto/Maria Aysa (AIC)

 

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.