logo cnh5

Jantar de Natal do CNH foi uma festa: “Esta tradição deve ser mantida e este convívio incentivado”

“O convívio descontraído entre aqueles que ao longo de todo o ano lidam uns com os outros, é uma peça essencial para a mobilização”

Em clima festivo e de amizade decorreu o tradicional Jantar de Natal do Clube Naval da Horta (CNH), que aconteceu na noite desta quinta-feira, dia 13, no Restaurante “O Barão”, na cidade da Horta.

Entre Dirigentes, Funcionários, Colaboradores e respectivas Famílias, foram dezenas aqueles que aceitaram o convite da Direcção do CNH para participarem neste convívio natalício.

Terminado o repasto – variado e suculento – José Decq Mota, Presidente da Direcção desta instituição náutica, chamou a si a responsabilidade de transmitir a mensagem que entendeu melhor se adequar ao momento que se vive.

Falando, como habitualmente de improviso mas sempre com a matéria estudada e comunicada no sentido oportuno, este Dirigente, em fim de mandato, começou por, em nome da Direcção do CNH, agradecer a presença de todos. E explicou: “Este é um jantar tradicional, que se faz há muitos anos. Este jantar para além de ser já uma tradição na vida do CNH, é um acto que se justifica plenamente num momento tradicional da nossa vida colectiva, que são as festas do Natal. Juntamos aqui um conjunto de pessoas ligadas ao Clube: Funcionários, Famílias, Pessoas que colaboram com regularidade em actividades permanentes do CNH, outros Colaboradores de outra natureza e a Direcção do Clube Naval da Horta. Este conjunto é uma parte essencial da vida desta instituição náutica faialense; portanto, todas as rotinas de trabalho, todas as imensas actividades realizadas, todas as modalidades que se praticam, se ensinam e nas quais se faz competição, precisam destas pessoas. Representam o conjunto permanente que tornam o CNH numa entidade associativa activa. Mas, evidentemente que este conjunto não é suficiente, havendo muitos outros, entre eles um grande número de Voluntários. E estas pessoas aqui presentes têm, também, um papel essencial na mobilização de outras: Sócios, Desportistas náuticos com prática, experiência e com conhecimento e que são os que vêm enquadrar toda a gigantesca actividade que o CNH realiza em cada ano. Este ano de 2018, que está prestes a acabar, foi um ano de actividade muito, muito intensa!

Já não há época baixa no CNH

E a propósito, estava a pensar: nós estamos a meados de Dezembro, a 10 dias do Natal, e se olharmos para estes momentos imediatamente anteriores, apesar da instabilidade meteorológica, em termos de actividade até parece que estamos no Verão, ou seja, todas as Secções têm tido provas e eventos todas as semanas, com intensidade!

Fala-se muitas vezes, no Turismo por exemplo, em época baixa e no CNH também havia época alta e época baixa mas está cada vez menos a ser assim e não é por acaso que a única instituição náutica do Faial cresceu e continua a crescer; não é por acaso que as exigências são maiores e que hoje é possível ter uma aposta maior na qualidade. Por tudo isto, este Jantar de Natal justifica-se, esta tradição deve ser mantida e este convívio deve ser incentivado”.

“Pessoas que trabalham juntas têm de se entender” 

Prosseguindo na sua curta mas precisa intervenção, o mais alto Responsável pelos destinos desta “casa” vincou: “É bom que tenhamos todos presentes que o convívio descontraído entre aqueles que ao longo de todo o ano lidam uns com os outros de forma diária ou quase diária, é uma peça essencial para que essa mobilização constante não seja contra vontade e para que as pessoas se entendam”. “Pessoas que trabalham juntas, de forma próxima, têm de se entender nos momentos de trabalho, em termos profissionais e têm de se entender na vida de todos os dias, no convívio, na vontade de estar uns com os outros”, apelou o Presidente da Direcção do CNH. “Por isso – reiterou – esta festa, sim, porque se trata de uma festa, se justifica”. 

“Obrigado pela colaboração”

jantar natal cnh 15 2018

José Decq Mota acredita que “o CNH vai continuar com um rumo certo e uma capacidade de desenvolvimento apropriado”

Falando em jeito de despedida mas sem saber o que vai acontecer no dia das eleições para os novos Órgãos Sociais, José Decq Mota sustentou: “Esta Direcção termina o seu mandato no dia 19 e quer deixar a todos uma mensagem de agradecimento pela colaboração prestada por todos e pelo imenso e valioso trabalho levado a cabo, mas, também uma mensagem de esperança de que a vida do Clube, como sempre tem sucedido, vai continuar com um rumo certo e uma capacidade de desenvolvimento apropriado. Evidentemente que ao fazer isto estou, de algum modo, institucionalmente a fazer uma despedida desta Direcção em relação ao corpo permanente do Clube Naval da Horta. Porém, não estou a dizer que vamos cessar funções no dia 19. Vai haver Assembleia-Geral no dia 19 (quarta-feira)  e a partir daí se verá o que vai acontecer”.

Afirmando desconhecer o futuro eleitoral, este Dirigente lembrou que no dia seguinte (sexta-feira, dia 14) terminava o prazo para apresentação de listas candidatas aos destinos do CNH para o próximo biénio. Caso não surjam listas, “haverá na mesma Assembleia-Geral, que irá determinar os passos seguintes até a situação se resolver”.

Se este for o cenário da próxima quarta-feira (dia 19), será algo que já aconteceu anteriormente na vida desta instituição, como notou José Decq Mota, que recordou: “Na maior parte das vezes em que a Direcção cessante não se recandidatou, sucederam-se processos que não se resolveram logo no dia da Assembleia Eleitoral mas, sim, nos meses ou no ano a seguir”.

Independentemente do resultado do próximo dia 19, o actual Presidente da Direcção do CNH reafirmou o seu agradecimento a quem trabalhou com ele e a sua equipa, rematando com desejos de Boas Festas a todos e respectivas Famílias e um “excelente” ano de 2019, “em especial aos mais novos, Boas Festas e muitas prendas, um feliz 2019, que seja, também, muito bom para o Clube Naval da Horta”.  

Mais momentos do Jantar de Natal do CNH na Galeria de Fotos.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.