logo cnh5

Porto acolheu o Campeonato Europeu de Laser 2019 - Gonçalo Lucas: “Estou muito satisfeito! Foi uma experiência óptima, dentro e fora da água”

Na fotografia: Rui Silveira, Atleta de Alta Competição do CNH, que também participou neste Campeonato; Alexandre Madruga, outra participação açoriana, do Clube Naval da Madalena do Pico; e Gonçalo Lucas, um velejador terceirense que, no Continente português, optou por defender as cores do CNH

Fotografia cedida por: Gonçalo Lucas 

Gonçalo Lucas, velejador da Classe Laser Standard do Clube Naval da Horta (CNH), participou no Campeonato Europeu de Laser 2019, que decorreu de 18 a 25 do corrente, no Porto.

O velejador explica como decorreu a prova:

goncalo lucas 3 2019

“Tive a oportunidade de ver e aprender com os melhores, o que me proporcionou uma grande visão do que consigo fazer razoavelmente bem e do que preciso mesmo de melhorar”

“Durante o Campeonato, apanhámos todo o tipo de condições: vento muito forte, vento fraco mas sempre com ondas. Consegui fazer as regatas todas e pranchar em todas, apesar das dores nas costas algo persistentes.

Largar foi, sem dúvida, o maior desafio, pois toda a gente consegue manter o barco completamente parado na primeira fila dois ou três minutos antes da largada, pelo que era muito difícil encontrar espaço para largar e manter vento limpo.

Em termos de equipamento, tive alguns problemas técnicos. Parti o ‘boomjack’ no segundo dia e, por isso, parte da primeira regata desse dia foi feita sem ele e, claro, na segunda tive de vir para terra.

O barco estava a meter bastante água nos dias de vento o que me dificultava um pouco a vida à popa. Mas acho que as largadas foram mesmo o que correu pior, atendendo a que começava as regatas quase em último e depois era um pouco “jogar à apanhada”. 

Considero que esta participação me deu uma enorme experiência tanto nos treinos como no Campeonato. Consegui notar progressos em bastantes áreas. Além disso, tive a oportunidade de ver e aprender com os melhores, o que me proporcionou uma grande visão do que consigo fazer razoavelmente bem e do que preciso mesmo de melhorar.

Fiquei em 155º lugar num universo de 163 velejadores. Não me importo, de todo, com esta classificação, pois sei que era o segundo atleta mais jovem em termos de idade e em termos de experiência era mesmo o mais novo. Estava a competir contra os melhores atletas de Laser, pelo que, à partida, já sabia que não ia para o Campeonato à espera de um bom resultado classificativo.

Estou muito satisfeito! Foi uma experiência óptima, dentro e fora da água.

A minha próxima participação será no Campeonato Europeu de Sub-21, na Polónia, em Agosto”.

O Campeonato Europeu de Laser 2019 realizou-se nas águas da Frente Atlântica (Porto, Matosinhos e Gaia), tendo sido disputado no mar, em dois campos de regata: um a Sul, em frente às praias de Vila Nova de Gaia, e um outro a Norte, ao largo das cidades do Porto e de Matosinhos.

Foi uma Organização conjunta da Academia de Vela BBDouro e da Douro Marina, em parceria com os Municípios do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos.

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.