Bar Do Clube Naval Da Horta Temporariamente Encerrado

  1. O Contrato de Concessão do Bar do CNH, estabelecido com a empresa Atlântico Boémio, terminou no passado dia 30/11. A gerência da empresa concessionária não manifestou, no prazo contratual, vontade de prorrogar o contrato de concessão, tendo o respetivo gerente, depois de instado e já em finais de outubro, informado que não pretendia renovar o contrato. Entretanto a referida empresa, sem qualquer aviso prévio ao Clube, encerrou a sua atividade unilateralmente no passado dia 25/11.
  1. Depois de ter a certeza, em finais de outubro, de que a prorrogação já não teria que ser discutida, a Direcção encarou a possibilidade de poder estabelecer um contrato de concessão, sem concurso prévio, com três pessoas, com historial positivo na exploração do Bar do CNH, que explicitamente e por iniciativa própria, mostraram essa vontade. Já em novembro, em fase final de negociação do novo acordo de concessão e cronograma de reabertura definido as referidas pessoas, invocando situações das suas vidas, informaram que já não tinham interesse na exploração do Bar do CNH. A Direcção esclarece que o estabelecimento de um contrato sem concurso prévio é legalmente possível a uma entidade de direito privado, como é o CNH, e tal se justifica quando estão em causa pessoas cuja ligação ao objecto da concessão é antiga, sólida e reconhecida. Era esse o caso.
  2. Logo após esta alteração da situação o CNH preparou o lançamento de um concurso que decorrerá a partir de 3/12. Nestes termos o Bar do CNH estará encerrado enquanto decorrer o concurso, sem prejuízo da utilização das instalações para iniciativas do Clube, nomeadamente a Assembleia Geral.
  3. A Direcção lamenta o facto de, dadas as circunstâncias, ser inevitável o encerramento temporário do Salão Bar por algumas semanas e assegura que tudo será feito para que a nova Concessão corresponda, em todos os aspectos, aos interesses do Clube.

Horta, 3 de dezembro de 2019

P/a Direcção do CNH

José Decq Mota