logo cnh5

Atlantis Cup 2021 larga de Angra do Heroísmo e liga as ilhas do Grupo Central

Depois de um ano de paragem, a Regata da Autonomia regressa com uma frota de 18 veleiros

A Atlantis Cup, Regata da Autonomia, liga na edição de 2021, as ilhas do Grupo Central do Arquipélago dos Açores: Terceira, Graciosa e Faial, circulando o Pico.

Depois de um ano de interrupção, devido à situação pandémica provocada pela Covid-19, a Atlantis Cup regressa para a sua 32ª edição.

Com uma frota composta por 18 veleiros, a Regata da Autonomia tem início em Angra do Heroísmo, dia 27 de julho (10h00), com uma primeira perna a ligar a ilha Terceira e a Graciosa (Praia da Graciosa).

A 29 de julho a frota ligará a Praia da Graciosa a Velas de São Jorge, de onde sairá a 31 de julho, rumo à cidade da Horta, na ilha do Faial.

“A primeira intervenção que quisemos fazer foi testar todos os elementos das tripulações antes de largarmos para a Graciosa. Vamos com confiança sabendo que não infetaremos outras pessoas”, explica Jorge Macedo, diretor de prova. 

“Hoje houve mais 4 inscrições. Dentro do figurino que costumamos ter na Atlantis Cup temos uma frota composta. São já 18 tripulações”.

jorge macedo FPorVela compress19

A última perna da Regata da Autonomia, contempla a rodagem de uma boia na Madalena do Pico, antes de terminar na cidade da Horta.

No conjunto das três regatas, a frota da Atlantis Cup 2021 fará perto de 160 milhas náuticas.

A Atlantis Cup, Regata da Autonomia 2021, conta com o Alto Patrocinio da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.